Feira Laica

Música Laica

In LAICA VERÃO, Música on Junho 30, 2012 at 11:46 am

Sábado: é o regresso à Laica de Cangarra e Rudolfo, a estreia (na Laica) dos 100 Leio, Kimo Ameba, Putas Bêbadas e dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS (acesso: 3 euros a partir das 20h)

Domingo: no domingo a Laica fica um bocado mais calma com os Go Suck a Fuck, Canzana, Smiley Face e a estreia mundial dos Minuto 22(grátis).

sobre as bandas:

100 Leio são o Nacho e a Mary, as crianças da Cafetra. No ano passado lançaram o EP “Enganei-me e fui para casa” com “clássicos lisboetas instantâneos de canção eléctrica de quarto de dormir” como “1 Conto de Mofino”, “Edson Mandela” e “Nunca mais Trabalhar”. Por agora, enquanto gravam o primeiro LP, vão espalhando o amor das novas canções que suscitam o lado mais Backstreet Boys que a Fetra tem para oferecer. 

Cangarra /// Formado por dois dos músicos mais inescapáveis das periferias que interessam, Cangarra alicerça-se de modo titânico na guitarra incandescente de Cláudio Fernandes (também Manuel Gião, ex-Debut!) e na bateria convulsa de Ricardo Martins (Lobster, R-, e um sem número de projectos). Já com três registos auto-editados de forma gratuita, a música dos Cangarra evoca uma coda infinita, em que o limite do solo de guitarra é projectado para um dimensão psicadélica que se vai enredando continuamente na ferocidade do mais hiperactivo baterista do país. Bruta mas de desenho meticuloso, a música dos Cangarra arrepia caminho para fora de categorizações tépidas com toda uma segurança e urgência como há muito não víamos. ÚLTIMA HORA: o grupo vai actuar com o Filipe Felizardo!

Canzana são Pedro Sousa (Oto, Pão) improvisador Sax e Bruno Silva (Somália) com guitarrada noise que experimentam música numa das mais velhas posições do mundo… auf auf

dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS /// É díficil perceber como é que um grupo que surgiu de maneira acidental e improvisada, baptizado primeiro com um símbolo e depois com um nome impronunciável e incompreensível, cuja formação se manteve sempre em permanente mudança e com uma sonoridade bizarra, tenha sobrevivido até aqui.

Em cinco anos de actividade intensa e frenética nos quais foram escrevendo um percurso único entre as margens e entrelinhas do panorama musical português, lançaram dois EPs, um LP e uma cassete, participaram em diversas compilações, fizeram cinco digressões europeias e deram perto de 200 concertos nas mais variadas situações e lugares incluindo bares, discotecas, okupas, associações, auditórios, festivais, manifestações, benefits, praças, descampados, tendas, lavadouros, fábricas, centros comerciais, conventos, palácios, jardins, cinemas, teatros, museus, livrarias, restaurantes, sótãos, caves, cozinhas, etc…

Preparam-se agora para editar uma split-tape com Cangarra, também presentes na Laica.

Go Suck a Fuck /// citando Marcos Farrajota: «O EP de estreia dos Go Suck a Fuck “Para o seu Marido” é um conjunto de 19 músicas “instrumentais infra-épicos-juvenis tocados com guitarras Lo Fi e orgãos sujos por putos movidos, quase de certeza, a ganzas intervaladas com umas ‘jolas e uns tiros na Playstation.» O que em EP é 20 minutos, ao vivo prolonga-se por caminhos não explorados, que permite o público assistir a uma trip que toda a gente gostava de ter. 

Kimo Ameba são o Nacho, o Leio, o Sushi e o Chico. São, para além da mais barulhenta, a banda mais antiga da Cafetra Records. No ínicio do ano lançaram o “Rocket Soda” com singles como “Lagos City” e “Brad foh da Corners” os Kimo mostram que são os Beatles que a tuga nunca chegou a ter e que agora rejeita.

Minuto 22 é a estreia mundial de um projecto Folk’n’Prog ainda em estado de embrião mutante com três elementos ligados a projectos tão Prog como Folk: Filho da Mãe, Riding Pânico e Paus. Se a curiosidade matou o gato, não leve o seu felino para este concerto…

Putas Bêbadas são Leio, Sushi e Abras, underdogs da Cafetra. “Tocam alto, com volume grato de selvajaria e sem cerimónia de conforto técnico, sacudindo o tédio para canto.” Lançaram uma cassete em Março deste ano intitulada de “Duas Songs”. As duas songs podem também ser ouvidas na nova compilação da Cafetra.

 

Rudolfo é o puto-rei do Hate-Beat que anda a fazer tanto zine de comics que nos esquecemos que tem os shows mais cómicos nesta treta de país! Prepara novo disco para breve que será a sua Morte!

Smiley Face /// Desprotegido do resto da banda, Chico assume o papel de entertainer e, com a ajuda da guitarra, consegue juntar a estupidez com a Pop. Vai lançar um disco com 300 músicas em breve e até lá oiçam as músicas inéditas na nova compilação da Cafetra.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: