Feira Laica

Archive for the ‘cinema DIY’ Category

Filmes na 21ª Laica

In cinema DIY, LAICA NATAL on Dezembro 15, 2012 at 2:49 pm

Sábado, 15 Dezembro, às 17h30

Dias contados (58′, Portugal, 2012), de Renata Sancho

Dias contados regista o quotidiano de uma das mais carismáticas e importantes livrarias de Lisboa: a Sá da Costa, no Chiado.
O filme apresenta sete dias naquela livraria, entre o presente e o passado das palavras proferidas na inauguração em 1943 aos diários de José Gomes Ferreira.

Domingo, 16 Dezembro, 17h30

Série Infinite Whistle (Europa/ EUA, 2011-12): Gotland (Suécia), Rome and the Infinite Whistle (Itália), Vantaa and the Infinite Whistle (Finlândia) e Invisible Forces (Finlândia, 2011), de Julliacks

Invisible Forces :: Näkymättömiä Voimia (22′, Finlândia, 2011)

This Finnish + American trans-media artwork of comics, film, and performance installations are about the relationship between a character’s internal psychological and external physical world. As the story goes, Rody Plane is a young woman who has been pushed around by her caustic environment. She deals with this by retreating into a dissociative inner world, letting the invisible forces take control. Ultimately, Rody must take action. Will she be subsumed by the insanity within and without?

Gotland and the Infinite Whistle (9′ Suécia, 2011)

First of short film series,”The Infinite Whistle,” to be completed which is part of the greater project, “Architecture of an Atom”. Starring Josefin Alfredson Agnestig as the Infinite Whistle, this film shows the de-evolution of the fantasy group mind in and around the totem-The Infinite Whistle. Gotland and the Infinite Whistle is the culmination of the film shot in the summer of 2011 at Almedalen Week- a rock festival for politics in Gotland that was supported by the Women’s International League for Peace and Freedom, FilmCentrum Stockholm, FilmProduktions Gotland, and Nattlek Film Productions.

Rome and the Infinite Whistle (5′ Itália, 2012)

Is about a woman being imprisoned for her sexuality, and also about being trapped in general. Inspired by the space of the Forte Prenestino – a former military fort/jail which is the context of the comics festival and the story of Rhea Silvia- the mythical mother of Rome. The construction of this conflict is a battle with the sun and the creation of interiors within an interior. A shell within a shell. Shot with video, this collaboration with Amy Johnson was co-produced by Valerio Sciatto of Sciatto Productions and the Crack Dirompenti Fumetto Comics Festival.

Vantaa and the Infinite Whistle (6′, Finlândia, 2011)

Vantaa and the Infinite Whistle is the story about a group of dead mermaids who leave the lake to become soldiers of the forest. Their food and bounty is the Infinite Whistle, who with craft escapes their designs. Starring and co-produced by performance artist, Sari TM Kivinen as the Infinite Whistle, this project was shot with 8 mm film.

Programa de Filmes DIY na 20ª Laica!

In cinema DIY, LAICA VERÃO on Junho 30, 2012 at 1:07 pm

Sábado, às 16h: Confinópolis – A terra dos sem chave (Brasil; 2011) de Raphael Araújo; O Dilúvio (Portugal; 2011) de André Ruivo; Grapas (Espanha; 2012) de Fran Camarena e Mon Magán

Domingo, às 16h: On the quest for… Beograd Underground (Espanha / Sérvia; 2012) de Muriel Buzarra; A Vida Ruim de Marion Cobretti (Portugal, 2012) de Afonso Cortez-Pinto e Luhuna Carvalho; Top Keywords, in the last 24 hours (Portugal; 2012) de G3.

Destaques:

 

Num panorama em que o cinema documental se cinge às banalidade folclóricas do “típico” e/ou ao fetishismo da miséria alheia, e num momento em que a cena musical underground se baseia em copiar a moda do momento, temos orgulho em apresentar o ROCKUMENTÁRIO que vai entrar na história do cinema como Átila entrou na história de Roma.
 
O que originalmente era a modesta rodagem de dois videoclips rapidamente se tornou num festival de puro punk rock cujos contornos épicos fizeram com que um humilde “making of” se tornasse num documento inesquecível de rock n’ roll, destruição e selvajaria. 24 minutos de bebedeira, sexo e má-vida como nunca foram vistos num ecrã nacional.
 
Sem dúvida o evento cinematográfico do ano. A Vice já se abarbatou na promoçaõ da coisa…

Este slideshow necessita de JavaScript.

O autor / editor brasileiro Alex Vieira quando chegou em Dezembro 2011 trouxe também o filme Confinópolis – A terra dos sem chave (Camarão Filmes 2011) acabadinho de produzir tendo a Feira Laica o primeiro evento oficial a divulgar este filme. Este ano, o público lisboeta poderá assistir a uma sessão desta curta-metragem na 20ª Laica de Verão. Criado por Raphael Araújo, Confinópolis é um universo em forma de quadrinhos que marcou presença nas duas primeiras edições da Revista Prego. Trata-se de um ambiente habitado por seres com uma fechadura no lugar de seus rostos e confinados em seus próprios corpos. Esses seres vivem em um lugar chamado Confinópolis e são governados por um ditador chamado Fechadura Hernadez, que está no poder por muitos e muitos anos. Para manter a ordem e a segurança do sistema, ele recebe o auxílio dos Cadacops, guardas altamente treinados, armados e dispostos a usar a violencia gratuita. Os cidadãos de Confinópolis andam agitados, respiram insatisfação e pressentem que algo vai acontecer para mudar o rumo de suas vidas confinadas. A produção ficou a cargo da Camarão Filmes por meio do Programa Rede Cultura Jovem/ Secult-ES.

Filmes da 18ª Laica

In cinema DIY, LAICA VERÃO, video on Fevereiro 28, 2012 at 8:32 pm

A nossa selecção de Filmes DIY passou no Off do Festival de Angoulême 2012 e no MAB Invicta.

Vladimir Palibrk (Sérvia) Dunga Don’t Cry 

Mina Anguelova (Portugal) : A Little Song About My Diseases : 1) Psoriasis, 2) Candida Albicans, 3) Cannibalistic Bulimia

GRRR (Suiça) Punk Machine

Toffeur (França) Promotion Canopée 

João Tocha (Pt) Pedro Zamith : O Walt Disney Underground 

Laur Balaur (Roménia) Deep in Space 

André Ruivo (Pt) It’s moving

Javier Fabregas (Espanha) : Infinite girlfriend  – vídeo-clip de Mincemeat or Tenspeed

Manuel Pereira (Pt) – Dilúvio

André Gil Mata, Dinis Santos e Miguel Marinheiro (Pt) : Devir II – vídeo-clip de Ghuna X

exposições e filmes

In autores estrangeiros, cinema DIY, exposições, LAICA VERÃO on Junho 24, 2011 at 8:59 am

BEDETECA DE LISBOA – colectiva de ilustração portuguesa “A Ciência é a Minha Mãe Outra Vez” com Lucas Almeida, Ricardo Martins, Lucas Barbosa, Rudolfo, Sílvia Rodrigues, David Campos, Uganda Lebre, André Coelho, Afonso Ferreira (25 de Junho a 29 de Julho)

TREM AZUL (Rua do Alecrim 21A) individual de BD de Neuro (25 de Junho a 30 de Julho) INAUGURAÇÃO às 22h30

MATÉRIA-PRIMA (Rua da Rosa 197, Bairro Alto) colectiva de serigrafia  Hecatombe  (24 de Junho a 6 de Julho) INAUGURAÇÃO às 18h30

FILMES no auditório da Bedeteca, Sábado, 25 Jun, 16h:

 

João Tocha (Portugal) :  Pedro Zamith : O Walt Disney Underground

Toffeur (França) :  Promotion Canopée

Manuel Pereira : Dilúvio

Laur Balaur (Roménia) : Deep in Space

Mina Anguelova (Portugal) : A Little Song About My Diseases, 1) Psoriasis, 2) Candida Albicans, 3) Cannibalistic Bulimia

Vladimir Palibrk (Sérvia) : Dunga Don’t Cry (imagem) 

GRRR (Suiça) : Punk Machine

André Ruivo (Portugal) : It’s moving

Javier Fabregas (Espanha) : Infinite girlfriend (vídeo-clip de Mincemeat or Tenspeed)

André Gil Mata, Dinis Santos e Miguel Marinheiro (Portugal) : Devir II (vídeo-clip de Ghuna X)

Filmes laicos

In cinema DIY, LAICA NATAL on Dezembro 10, 2010 at 11:42 am

Frankenstein encore, 2009, filme de animação, 32′, 16mm e video
Realização de Alex Baladi e Isabelle Nouzha.
Em francês com legendas em inglês

 Adaptação da bd homónima (Atrabile; 2001) de Alex Baladi, autor suiço de bd com dois livros editados em Portugal, pela Polvo.
Estreia nacional: dia 10 de Dezembro, às 23h na Feira Laica.
 
 
E AINDA, nessa mesma sessão:
 
Clay Pigeon (7′, 2005), Hair (3,5′, 2005). Spitted by kiss (11′, 2007) de Miloš Tomić (Sérvia)